sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Notícias de Itambé-PE



190 famílias serão beneficiadas com sistema de abastecimento de água em Itambé


Na  manhã de hoje (17/02/12), o secretário de Agricultura e Reforma Agrária (SARA), Ranilson Ramos, visitou áreas rurais que necessitam de sistema de abastecimento de água, no município de Itambé, Zona da Mata Norte do Estado. Acompanhado do prefeito, José Frederico Carrazone (PSDB) e dos diretores de Pesquisa e de Infraestrutura Hídrica do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Antônio Santana e Assis Ferreira. Ramos discutiu as necessidades com moradores de comunidades locais.

Na ocasião, Ranilson Ramos, autorizou o IPA a elaborar projeto básico para a implantação dos sistemas de abastecimento de água potável para os sitíos São José  e Jardim Canaá. De acordo com o diretor Assis Ferreira, serão beneficiadas 190 famílias e o investimento será da ordem de R$ 220,9 mil.

O secretário afirmou que o projeto prevê a implantação de dois sistemas de abastecimento com distribuição de água domiciliar. Ainda de acordo com Ranilson Ramos, a orientação do governador Eduardo Campos, é universalizar a água no meio rural. " vamos  empenhar esforços para que até o São João as famílias possam contar com água, em suas torneiras".

Na oportunidade, o secretário visitou também a Estação Experimental do IPA, em Itambé, onde são desenvolvidas pesquisas em três áreas básicas - agroenergia, fruticultura . Por fim, visitou o Engenho Lajes, onde pode conhecer uma experiência pioneira, em Pernambuco, de pastagem irrigada para criação de animais mestiços de leite meio sangue, pitangueiras e holandês, com aumento de produtividade entre 30% e 40%, segundo o supervisor da propriedade Álvaro Afonso.


Notícia do WWW.agricultura.pe.gov.br

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

BLOCO MARRECO NO PAREDÃO


O carnaval de Itambé-PE, terá sua abertura no dia 18 de fevereiro do corrente ano com o bloco MARRECO NO PAREDÃO. O quite custará R$ 15,00 (quinze reais), e vc poderá comprar na loja do Marreco, Burracharia do Ferrugem, Forró do Sitio e outros pontos de vendas espalhado pela cidade. A atração principal será o trio da Itamaracá produções e a banda Burguesinha elétrica, esse é o bloco mais estourado da região.

Se xandinho do avião batizou o Marreco CD como as penas que gravam, com certeza o cara está realmente estourado.

MARECO CD'S AS PENAS QUE GRAVAM!


URNA NÃO É PENICO!

                  A pré-campanha eleitoral já começou e estamos assistindo algumas pessoas tentando a qualquer preço burlar a Justiça, e conseqüentemente cometendo vários tipos de crimes eleitorais, rádios comunitárias sem controle e tendo que ser chamada a atenção pelo Ministério Público, redes sociais sendo usadas por pessoas inescrupulosas que tentam disfarçadamente confundir a opinião popular, locutores mercenários tentam vender imagens de pessoas a todo custo, tem  pré-candidato a vereador  fazendo campanha antecipada, tercendo criticas destrutivas e sem apresentar soluções, candidato com ficha suja com condenações na Justiça comum apresenta-se como salvador da pátria. Cuidado eleitor, na hora de votar faça uma análise séria do seu candidato, pesquise sua vida criminal para não correr o risco de votar em um BANDIDO.

CUIDADO ELEITOR, URNA NÃO É PENICO!

sábado, 4 de fevereiro de 2012

FISCALIZAÇÃO NAS RÁDIOS COMUNITÁRIAS

Governo vai aumentar fiscalização de rádios comunitárias


KARLA MENDES - Agência Estado
O Ministério das Comunicações vai aumentar o rigor da fiscalização nas rádios comunitárias, a fim de evitar que elas sejam usadas como palanque político ou para atender exclusivamente interesses de igrejas e grupos empresariais. Diante de denúncias de "desvio de função" das rádios comunitárias, o ministério está revendo os procedimentos de fiscalização, informou hoje o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo. Ele defende que o melhor remédio para dar um basta nessa situação é a fiscalização.
"A Anatel vai fazer a ação fiscalizatória na área técnica de conteúdo e vai nos mandar os processos", disse. O ministro admitiu já ter recebido relatos de uso de rádios para fins políticos e empresarias. "Tem que ter uma fiscalização para verificar isso, assim como nos demais emissores de radiodifusão", ressaltou. Há também denúncias de descumprimento de outras normas, como patrocínio, o que é proibido pela legislação vigente. "O apoio cultural não pode ofertar produto. Ele indica a entidade que está apoiando, somente", explicou o secretário.
Em caso de comprovação dessas irregularidades, pode haver cassação das outorgas, segundo Genildo Lins de Albuquerque Neto, secretário de Serviços de Comunicação Eletrônica da pasta. Não há cobrança de nenhum valor nas outorgas de rádios comunitárias, mas quem recebe a concessão não pode aferir nenhum lucro em decorrência da atividade.
Notícia publicada por Karla Mendes-Agência Estado